Quando a vergonha finalmente aparece.

1 de jul de 2014 | | |
Oi. Não sei como dizer isso sem parecer uma pessoa inútil, mas espero que leiam. Durante as últimas semanas, parei de escrever fanfics. Finalmente aceitei o fato de que isso não é pra mim. E ao invés de falar logo, procrastinei, pensando que logo minha vontade de voltar apareceria. Mas ela não apareceu. Aliás, nunca existiu.

Quando eu pedi permissão pra Gabs, pensava que tudo iria dar certo; que eu iria voltar a escrever imagines como quando eu tinha lá meus doze anos de idade. E não voltei. Como desenvolvi e consequentemente amadureci, passei a torcer o nariz lendo o que eu escrevia. CM é uma fanfic antiga, só a continuei depois de meses, e saiu uma merda, já que misturei com o meu projeto, um original que postarei como web (o tumblr ainda não está pronto, então não passarei o link).  No fim das contas, nem sei qual é a moral da história.

Isso não é pra mim. Não tenho tempo de escrever imagines, e nem gosto mais. Quando tenho tempo livre e fora dos estudos, escrevo coisas originais. Eu sou tão idiota que sonho em ser escritora, e não em ter um blog de imagines famoso.

Sinto muito por isso, e prometo que assim que sair do castigo que estou irei mandar tweets pra Gabs justificando tudo e dando ela a liberdade de me excluir daqui.

Se por acaso (EU DUVIDO MUITO) vocês quiserem continuar à me acompanhar na internet, há uns dias criei um blog especial e pessoal, o Readaptar.

Foi legal postar alguns capítulos. Adeus, Directioners. Só porque parei de escrever sobre eles não significa que minha alma de fã que sonha em conhecê-los, abraçá-los, suspirar e dizer o quanto os amo mudou.

2 comentários:

Os comentários ajudam muito no desempenho da autora! :P